terça-feira, setembro 19, 2006

Viajando o Brasil em duas rodas

Na fase de preparação para a realizar o maior sonho da vida: conhecer o Brasil de ponta a ponta sobre duas rodas.
Entre a decisão e o ato:
Em uma semana resolvi por o plano/sonho em prática. Paguei as contas (algumas em espécie e a maioria a base de troca, rs) e solicitei a liberação da empresa em que trabalhava (afiliada do SBT - MS) aproveitei e espalhei a idéia aos amigos.
A principio iria morar em Fortaleza (dado a contatos de amigos), logo resolvi trocar o CE pelo Rio de Janeiro, o grande centro de Brasil na área de produção em TV e teatro (áreas que atuo). Mas aos poucos a "ficha" caiu e entendi que este era o momento de realizar um grande e antigo sonho: viver o brasil, conhecê-lo de ponta a ponta, mas com o olhar de quem está nesses locais.
Aluguei minha casa (até pra poder pagar o financiamento da moto) e começei a trocar e-mails, telefonemas e muitas conversas com amigos e com pessoas que já se envolveram em algo semelhante. Enquanto a minha demissão não é autorizada aproveito e testo equipamentos (moto, filmadora, gravador), estudo roteiros, fazendo contatos e planejamento.
A moto:
Não tive muitas opções financeiras, apenas me concentrei que precisava ser uma moto de suspensão e econômica. Financiei um NXR -150 - Bross da Honda. Tomei o cuidado de realizar o amaciamento do motor e já fazer a primeira revisão (1000km) antes da partida oficial.
O aquecimento - preparação de estrada:
Peguei a moto no sábado (16/09) e resolvi dar uma esticada. Fui visitar a Duka em Taboco (150km de Campo Grande - MS), ela foi minha professora no colegial e é uma daquelas pessoas que marcam na vida, foi minha grande incentivadora em Clubes de Ciências e sempre amirei-a pelo dinamismo e garra. O local é uma reserva ambiental em um lugar maravilhoso. Ela e a Lidia me receberam muito bem, foram especiais. Passamos a tarde e a noite conversando, admirando a paisagem, discutindo política, filosofia e falando da vida e de sonhos.
No domingo (17/09) saí cedo, às 05hs e 30min, resolvi fazer o caminho sugerido pela Duka (120 km de chão dentro do Pantanal, passando por Taboco-Corguinho chegando até Aquidauana) uma estrada linda com morros, matas, riachos. Terreno próprio para off road, pedra, areia, lama, rios e muitas paisagens lindas. O sol, como numa poesia e charme, me acompanhava. O amanhecer pantaneiro é lindo, aquela bola vermelha laranjada, tímida, seguia comigo. Entre morros e matas lá estava o sol. Os pássaros e animais embelezam a estrada. Pena que não levei equipamentos de foto ou vídeo.
Concluído o trecho de chão (130km) fiz uma parada, um lanche e uma esticada no corpo. De Aquidauana até Campo Grande são mais 120 km, de bom e perfeito asfalto.
P.S - na estrada pantaneira, numa curva acentuada em um terreno de pedras, por um descuido e acionamento indevido do freio levei meu primeiro tombo, ai. Moto e piloto no chão, e não poderia faltar alguns ralados e arranhados, rs.
Como ainda não fui liberado da Tv, devo cumprir as obrigações de empregado e esperar a liberação oficial. Em breve novidades. Tô aproveitando e ampliando a rede de contatos via internet e amigos, hehehe...

6 comentários:

Bia Zandonadi disse...

Du, boa sorte para você! És muito especial e tem um futuro brilhante. Tô torcendo para que tudo dê certo!
Bjinhos!

saulo disse...

oi tio estou com saudades boa sorte te amo de naty ademar alice gisseli elias e de toda sua familia tio liga para o meu pai

ademar disse...

naty
estou com saudades mandei a mensagen em nome errado beijos

ademar disse...

tio estou com saudades te amo beijos mandei sem querer aquele postal na quele nome mas enfim te adoro beijos de sua familia natynaele romero thau pererao

Eliane disse...

Oi neguinho!!!

que saudade de vc!!

san disse...

Eae Karo Edu, realmente a vida e tudo isso e mais um bucadinho, rss. Poder sentir frio e calor e mais, poder constatar as faces da vida, como vc mesmo reportou dizendo do ansiedade da pobreza da blza dos conflitos e da busca e de fato enriquecedor e engrandece a alma e a generosidade. Nao sei se ta aceitando perguntas! mas vou fazer uma, rsss. Eae oque vc pensa, senti quando esta pilotando a moto, quando esta na estrada na rodovia e ve q tem muitos km pela frente??? Fala um pouco pra nos.. Grande abraçooo e sorte meu veio!!!