quinta-feira, setembro 06, 2007

SEMELHANÇAS...LEMBRANÇAS

Estar em uma casa simples, com pessoas simples. Rememorar a infância, a adolescência. Durmir em um quarto pequeno, quente, colchão ruim (mas tudo fica ótimo dado o carinho e atenção). Ser acordado não por barulhos, mas pelo cheiro do café, coado a moda antiga - no coador de pano mesmo - é mais gostoso. No almoço saboriar um bom ovo frito (de preferência caipira) e, quando possível, na sobremessa pudim de trigo (é mais barato e volto a infância).
Ver no brilho do olhar o carinho de mãe, a preocupação de pai, nesse caso de pais "emprestados" e de filho "temporário". Em cada Estado muda-se as famílias, a condição sócio-econômica dos que me recebem, mas os gestos, a ação, é tudo muito próximo, remete-me a origem.

3 comentários:

Jean Fernandes disse...

Grande Eduardo...
- Estou passando por aqui pra deixar um oi, e falar que ontem na Uniderp fiquei muito feliz e muito emocionado por estar promovendo um momento pra "nós" que estávamos naquele auditório, professores, ex-acadêmicos e amigos, todos nós ficamos de boca aberta com tudo que foi muito bem apresentado, então meu amigo, fica aqui uma mensagem de um parceiro de luta como vc disse ontem, um grande abraço e desejo tudo de melhor nessa caminhada, que seu futuro seje brilhante como sempre foi Eduardo...
- Um grande abraço e continue assim, tendo essa luz muito bonita, cheio de coisas boas e de paz...
Ass: Jean Fernandes

Anônimo disse...

oi eduardo...
aqui quem fala é Giselle Ribeiro.. eu estava na uniderp no dia em que voce contou um pouquinho sobre a sua esperiencia...
faço teatro tambem.. e achei muito interessante, e eu tambem tenho vontade de faze uma viagem dessas, de moto nao.. hehe mais uma viagem que possa me acrescentar muitas esperiencias...
quem faz isso aqui em casa sao meus pais.. viajam de moto faz muito tempo, percorrem muitos lugares lindos tambem. O objetivo deles é realmente viajar nao tem a mesma intençao nossa que é aprencer culturas e povos diferentes.
Mas é isso so vim dizer que eu gostei da sua experiencia, achei interessante a forma que voce usaou o que gosta que é o teatro com a sua profeissao jornalista. Tenho vontade de unir os dois tambem, pois sou apaixonada por teatro, acho que todas as pessoas deveriam experimentar o que o teatro nos proporciona...

Acho que chega de escrever.. PARABES PRA VC..
SUCESSO!

Bejos
gi_selle_ribeiro@yahoo.com.br

Anônimo disse...

ah, esqueci de falar..
estou no segundo semestre de Jornalismo..
Giselle