domingo, fevereiro 08, 2009

EU ACREDITO SER POSSÍVEL

Pulsa o coração, na história e nos sonhos. O contato é com a complexidade e barbárie que nós humanos já provocamos e também com a utopia de outro mundo possível.
Cem mil pessoas, 150 países, é a conta, que nunca em números transmitirá a sinergia, a espiritualidade e sentimentos presentes. O convivio com toda diversidade existente, livres manifestações, inúmeras proposições e exemplos que de fato algo diferente e com resultados pode existir, ou melhor, já existe. Talvez em escala aparentemente pequena, por que há um sistema que tenta encobrir e não reconhecer.
Da criança ao idoso, de todos os continentes e movimentos o coro é único: outro mundo é possível. A pluralidade, a diversidade é que deve reger. Já não somos mais um e sim um pouco de cada um. É a aspiração de mudança imposta pelo TER, que deve ser trocada pelo SER. Não há ninguém melhor que ninguém, existem histórias diferentes e é na diferença que podemos crescer juntos.
Fórum Social Mundial, há nove anos mostrando que o sonho não pode morrer. Como diz Frei Beto: “aqui é o posto de combustível para os movimentos sociais”. É preciso abastecer e seguir a viajem...

3 comentários:

Anônimo disse...

TEMOS SEMPRE QUE ACREDITAR EM NOSSOS SONHOS MESMO, O MEDO SÓ NOS TORNA MAIS FORTES PARA TORNAMOS POSSÍVEL O QUE ALGUMAS PESSOAS CONSIDERAM SER IMPOSSÍVEL. BASTA QUERERMOS.
ABRAÇOS EDUARDO MUITO SUCESSO!

Denilson D'Almeida disse...

Maconheiros, índios, gays e lésbicas, estrangeiros, religiosos e brasileiros... O FSM foi o gheto de todas as tribos!
Um "espetáculo" que mostrou que um outro mundo é possível sim.

Carlos Lopes disse...

Participar da conguista de um novo tempo, uma nova era, que já naum eh de um, mas uma parte de cada um...O FSM parece ser um dos divisores de água que sinalizam os valores que regeram a humaninidade e os novos valores humanos.
Forte Abraço