quinta-feira, junho 21, 2007

DESFIZ-ME DAS BOTAS...

Elas me acompanharam, foram úteis e necessárias...mas como para tudo há um limite, o delas chegou... Foram danificadas e pouco a pouco surgiu o momento de deixá-las. Com elas as amarras da vida, os pré-conceitos, as opiniões antecipadas - e muitos pontos de vista. Assim como as botas - que me parecia ser impossível não tê-las e não usá-las , e agora percebo que foram úteis, mas não servem mais - creio que seja a vida.
Nascemos e crescemos nos tornando depósitos de opiniões, de certos e errados, de conceitos e muitas outras coisas que quase nunca são nossas; vamos sendo moldados na certeza de que nossos valores são eternos e nossa posição sempre é a melhor.
Se desfazer de algo é difícil, deixar para trás - arrancar do nosso interior aquilo que carregamos como certo - e saber que mesmo que tenha sido útil, necessário, pode não servir mais e já não é indispensável- é provocante. Talvez se desfazer das "botas" seja o primeiro passo...
P.S estou neste sábado (23/06) pegando estrada de São Luis-MA para Belém-PA.

6 comentários:

cleber dias disse...

é meu caro...a vida nos impõe escolhas, atitudes que nos façam repensar ou até mesmo recomeçar...ao ler o seu texto imagino o quanto deve ter sido difícil livrar-se de equipamento tão importante...que tanto lhe protegeu...mas é redundante falar das escolhas da vida...
Como não poderia deixar de ser, levo a discussão para outro lado, o lado "cleber dias" de ver as coisas>>>>QUANTO CHULÉ DEVIA TER NESSA BOTA HEIN "BRÓDIS"??

Anônimo disse...

Oi, cara você é danado mesmo viu. Teu sonho está se concretizando, te desejo toda felicidade, tô gostando muito do teu projeto, sucessoooo.
Vicente Neto

Anônimo disse...

Silvana Estrela comenta...
E aí querido...Pelas botas podemos perceber o quanto caminha...
Você tem muito valor e a certeza de onde quer chegar.Sabe o momento certo de deixar para trás as "botas" que não servem mais...
Admiro o seu trabalho.
Um ótimo São João aí em Belém.
Bjs.

luzdoluaremversoseprosa disse...

Hum...um gato sem botas!Além de deixar para trás rastros e saudades,ainda deixou o chulé?rsrsrs.
Edu,fico feliz pelas transformações.vc se tornando cada vez melhor...O mundo precisa de pessoas como vc que tem esta busca por mudança.É certo que esta jornada ainda continuará transformando vc, mesmo após termina-la.
Parabéns,
Abraços,
Luz do luar.

Anônimo disse...

Raoni Barbosa - Teresina(PI)

Eduardo, cara, teu blog está show! Muitas imagens legais, interessantes e toscas(como essa das botas hehe), sem contar os comentários que fazes dos locais em que passou. Mas confesso que senti falta de uma imagem... Como é que tú passa pela Maranhão e não posta algo sobre os lençóis maranhenses?!! hehehe to brincando. Bom, to de passagem aqui pra lhe deixar um grande abraço e boa viagem! Fica com deus!

Lara disse...

Oi Edu, conforme prometido estou aqui para deixar o meu depoimento sobre como minha vida mudou depois que te conheci. Eu sou uma pessoa segundo a opinião de amigos, totalmente extrovertida, mas quando o negócio era falar em publico, dava a maior zica e travava tudo. Foi ai que o Edu entrou, em sua passagem pela minha cidade Araguaína-Tocantins, acabei me inscrevendo num curso que ele estaria ministrando na Universidade Federal. Bom no primeiro dia de curso, estava totalmente travada e me sentindo ridicula com aquelas performace que o Edu nos colocava para fazer, mas o dia foi passando e ele com seu jeito especial, foi conversando comigo, me deixando mais calma e me fazendo pagar mico...rsrs. Valeu a pena, no dia seguinte ja consegui ler um texto de forma interpretativa no meio do patio da faculdade, com pessoas me observando. Mas não parou por ai, decobri que tenho capacidade para muitas outras coisas. Quando fui fazer o curso, meu foco era a minha monografia, pois como estudante de Direito, tinha que apresentar muito bem a uma Banca que estaria ali me examinando nos minimos detalhes. Não só consegui tirar 9,5 na monografia, como também virei produtora de teatro, fui convidada para fazer parte da produção do primeiro longa do meu estado e ainda para estrear como atriz em uma peça de teatro. Hoje estou mais aberta, me sinto capaz de superar os medos, graças a você Eduardo Romero, que me ajudou a descobrir o meu potencial. Recomendo a todos que tiverem a oportunidade de estar perto deste cara, que suguem o seu conhecimento e sua capacidade, pois ele tem muito o que nos ensinar. Estou aguardando o seu retorno para aprovoitar também um pouco mais e assim aprender mais um pouquinho.
Só posso te agradecer e dizer volte logo. Estamos te esperando.
bjs no coração.
Lara Diniz