quarta-feira, novembro 08, 2006

SOBREVIVI A BR 153...

O dia começa a clarear; o relógio marca 6hs e 50min, manhã fresca e gostosa de segunda-feira (06/11), ar de chuva. Com a traia organizada sigo estrada, inicialmente pela GO 431 (pista boa) e logo chego a BR 153 (conhecida como Belém-Brasília). Começa a prova de resistência e sobrevivência.
a vida pede passagem...
São horriveis os buracos e as condições da via. Não há acostamento, sinalização e nenhuma condição de tráfego. Os motorista saem como famintos de pés cortados, se arrastejam. Não existe mão para quem vai ou para quem vem, só existe caminho pra quem consegue sobresair aos buracos, verdadeiro caos.
Não há possibilidades nem de encostar a moto para fotografar, nenhum local seguro, nenhum mesmo. Por vezes corri risco de vida, fui expulso ao mato (pois acostamento não existe). Assustei. Freadas intensas, e por muito a sensação de perigo me altera, assusta, desanima, eita estrada nojenta.
curioso:
Embora a precariedade tome conta do trecho de 200km acima descrito, não avistei (graças a Deus) nenhum acidente. Bastou entrar em pista confortável (já reformada e decente) que em menos de 30 km presencio um desgovernamento de carreta, provocando tumulto na via.
O motorista perdeu o controle e deu o famoso L (situação em que a cavalinho -frente da carreta- se vira totalmente e forma em conjunto com a traseira a letra L), estrago material, mas nehuma vítima, apenas uma hora de trânsito parado. Os guinhos entram em ação e liberam a estrada.
Percorri 766 km neste dia, no trecho final (130km) uma chuva me acompanhou e refrescou a tardinha. Per noitei em Paraíso do Tocantins. Manhã seguinte é preciso encarar os 360 Km restantes.
rodas na estrada...
Depois de uma boa noite de sono é hora de voltar a estrada, agora em melhores condições de tráfego. Me acampanha um tempo nublado e um calor infernal (começo a entender que estou no norte, rs).
Chego no início da tarde em Araguaína - TO, ufa, graças a Deus!
Da estrada guardo a sensação de estar sempre no fio da navalha. Qualquer erro (por mais bobo que seja), qualquer descuido (seja fração de miléssimos de segundo), pode ser fatal...

10 comentários:

Kícila disse...

Oi, Eduardo. Sou eu Kícila do Grupo Fulanos e Beltranos ( e porque não Siclanos?!) de BH/MG, lembra de mim? Edson? Então, como vai? Tá tudo bem nessas estradas por aí? Espero que sim. Vc já deve ter conhecido gente pra burro, né? Bom, Desejos ótima "Viajona" pra você. Abraço!

Anônimo disse...

Du, que medo dessas estradas!!! que bom que você chegou bem e vivo!!! Seus textos são tão bons que a gente fica até tenso quando lê imaginando os lugares por onde passa e as pessoas que vc conhece (eita vontade de estar com vc!!!). Bom, fica bem! continue tendo muito cuidado com essas estradas e beijos, muitos beijos! Fica com Deus.
Mariana Sena

Alberto disse...

Caraca!!! Mais de 1.000 quilometros de moto em dois dias?!!! C tá animado hein?! Cuidado meu fioo!!

Anônimo disse...

Fala Eduardo! como vai? Fkei mui feliz em poder acompanhar seu Projeto....Gostei de ver as materias do Tocantins....To torcendo e orando por voce, feliz Giro Brasil Duas Rodas 2007....
Abração Companheiro!!!!!!!!!!!!!!!!

Wagner San. disse...

Karooo Eduardoo, a vida se revela a medida q seus "in"solutos mortais se deparam com ela "vida". Deu pra sentir um poucoo da magia em seus relatos. O GiroBrasil vai revelar-te muito alem. Sei q a ideia e essaa! e de fato e enriquecedor...
Lembre-se q a ideia de rede, e dos amigos em diferente locais, fazendo, propondo, provacandoo e vivendoo esta inteiramente nos meus diass, e por isso to com vc, aqui, aí e láaa... Abraço do San...
Ahhh se puder, posta mais fotos, hehe.

CATINI disse...

Parabéns Eduardo pela valorização e que você esta dando a todos através do seu trabalho, sem distinção sendo uma excelente fonte de pesquisa que enriquece o nosso conhecimento, parabéns pela sua organização, clareza, e pertinência, contribuindo para difundir a cultura brasileira e a educar o cidadão mediante a sua vivencias. Fico feliz de ter visto um pouco de seu trabalho pessoalmente.Obrigado por sua visita ao Tocantins.
CARLOS CATINI
www.catiniartes.com

eliane disse...

oi Edu, sua mala!
Brincadeirinha!!!
Sabe que amamos vc e estamos com saudades!
Que vc tenha excelente viagem ao sul do País.
Ah! duvido vc colocar uma foto neste blog: de cabelo cortado! hhh

paolu henryke disse...

AÍ EDU, Parabéns pelo seu belo trabalho mano, a cada dia que passa vc está mostrando aos seus amigos e fãs o valor que vc dá ao povo BRASILEIRO !!!!!

PARABÉNS!!!!!!!!

HÁ E MAIS HUMA COISA!!!

""" Ando de vagar porque já tive pressa e levo esse sorriso, porque já chorei demais """"

ABRAÇÃO !!!

Lia disse...

My Dear Edu, nossa que susto deve ter levado não, que bom que nada de grave aconteceu. Que bom que vamos poder fazer este intercâmbio Cultural, eu e Catini (que já tem) estamos providenciando nosso Portifolio eletrônico e assim que tivermos o endereço enviaremos, vamos nos comunicar com Kaio, Vera e Welilton e pedir para que eles também providenciaem.
Bom, vc melhor que ninguém sabe dá importância deste intercâmbio Cultural, ou melhor, compartilhar as diversidades.
Tenho certeza que será uma bela exposição e o que depender de mim está tdo OK.
Esta é pra vc: "Viajamos porque dentro de nós há infinitas estradas" Ivan Santana
Meu querido amigo, vc está sempre nos meus pensamentos.
Muita energia e luz para te Guiar sempre.
Abração e tdo de bom

Lia poetisalia disse...

Paraná meu Paraná já tom com saudades daí e de todas as pessoas queridas que conheço e tenho (família)nele.
Aproveite a Estadia neste Estado Maravilhoso, já pegou um friozinho, hein???

Abração e torço por ti sempre